Quem somos nós ?
Um pouco de história...
Onde estamos ?
Os nossos produtos

Cubos de gelo
Gelo picado
Gelo carbónico
Blocos de gelo

Nossos conselhos
Nossos serviços
Nossos trunfos
Nossos ideias
Encomendas

Um pouco de história...


Foi em 1874 quando duas pessoas já experientes no assunto, sra. Craninckx e Metzger se juntaram para construir os supostos (agora formais) Depósitos de Gelo de Bruxelas na municipalidade do Saint-Gilles. Nove milhões de quilos de gelo foram fornecidos durante o Inverno de 1875. Este gelo veio de fontes mantidas em prados submersos.

Outra fonte da provisão foi a água de Primavera que resulta dos lagos de Ixelles, Watermael-Boitsfort e até os pântanos de Boendael, embora no começo, o gelo viesse essencialmente da Noruega. Os grandes Depósitos de Gelo de Saint-Gilles alimentaram pouco a pouco os depósitos urbanos cuja construção foi aconselhada e apoiada pelo estado.

Outra grande rede de distribuição concerne uma infinidade de depósitos de gelo rurais, geralmente construídos perto de tanques ou fontes de água, e que pertenceu ao equipamento lógico da grande maioria de castelos. Esses depósitos de gelo "individuais" tiveram um volume médio sobre 50m3, com exceções podendo atingir dimensões consideráveis.

Na Flandre como em Wallonie, os depósitos de gelo eram importantes devido ao número de desenvolvimento da indústria de hotelaria. Sabemos que não foi só às virtudes terapêuticas do gelo para o qual a medicina apelou, mas também os seus usos nas ciências em geral. O uso dos depósitos de gelo comuns compôs-se principalmente de uma cova precedida de um corredor do acesso mais ou menos longo e tortuoso, e era inicialmente destinado para a conservação do gelo de um futuro uso.

Tomado segundo as necessidades, o gelo era entregue no açougueiro, os cervejeiros, os fabricantes de gelados e os padeiros por meio de charretes puxadas por cavalos. Isto é, além disso a razão para a qual os Velhos Depósitos de Gelo estão em Saint-Gilles : seria mais fácil para os cavalos descerem até ao centro de cidade carregados e voltarem sem carga no trajecto inverso.



Os Antigos Depósitos de Gelo de Bruxelas que deram o nome à rua, tiveram de parar as suas atividades em 1993, a data que Pierre Jacques decidiu continuar a produção do gelo mais a frente na rua, no número 38.
Os Velhos Depósitos de Gelo de Bruxelas

© 2017 * La Glacière S.A. * Rue de la Glacière, 38 * 1060 Brussels
Tel : 02/534.40.03 * Fax : 02/534.92.18 * VAT : BE 0451.170.160 * Mail us